Por: Revista OI

As metalúrgicas de Osasco e região devem respeitar o cumprimento da NR-12, norma que regulamenta uma série de medidas de proteção em máquinas e equipamentos, caso contrário correrão risco de punição, por meio de multa. Isso porque os fiscais da Gerência Regional do Trabalho, em Osasco, vão ampliar o cerco contra as metalúrgicas que não cumprem a legislação. A ação conta com o apoio do Sindicato, que exige a prevenção em todas as máquinas.

Diretores do nosso Sindicato e do Metalúrgicos de Guarulhos cobram fiscalização da NR-12

Diretores do nosso Sindicato e do Metalúrgicos de Guarulhos cobram fiscalização da NR-12

O Sindicato tomou conhecimento em agosto de que os prazos de adequação da norma por parte das empresas já tinham expirado. Segundo relatos repassados a nossa diretoria, 30 metalúrgicas da região foram notificadas e terão que se adequar a norma. “O Ministério vai exigir o cumprimento integral da norma”, disse Noé Dias Azevedo, coordenador do programa do Ministério do Trabalho, em reunião com os diretores que coordenam as onze regiões que pertencem a base do Sindicato.

reuniao mte nr 12-3

“O Ministério vai exigir o cumprimento integral da norma”, disse Noé

Com a intensificação das fiscalizações, o que se pretende é reduzir os riscos e danos à vida e a saúde dos trabalhadores. Além disso, a redução de acidentes de trabalho, também colabora para a diminuição de gastos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) com a concessão de auxílio doença, pensão por morte e aposentadoria por invalidez. “Para as empresas, o cumprimento da legislação continua sendo a melhor alternativa para evitar problemas e prejuízos decorrentes de uma ação de fiscalização e, claro, também para evitar acidentes e preservar a saúde e segurança dos trabalhadores”, avalia o diretor do Sindicato Gilberto Almazan.

Os diretores que coordenam as onze regiões que pertencem a base do Sindicato em reunião com Nóe

Os diretores que coordenam as onze regiões que pertencem a base do Sindicato em reunião com Nóe